Bauernmalerei – a autêntica pintura alemã

Bauernmalerei – a autêntica pintura alemã

Das delicadas pinceladas, em traços que lembram vírgulas e a letra S, surgem uma mescla de cores que traduzem a mais autêntica pintura alemã, criada pelos camponeses na Idade Média

 

Peças decorativas pintadas com a técnica de pintura alemã

Ao visitar Rancho Queimado, em especial o Distrito de Taquaras, você certamente se deparará com casas multicoloridas – rosas, azuis, verdes, lilases, laranjas, amarelas… Além dos jardins, sempre floridos, repare em certos detalhes: os enfeites que deixam as moradias mais aconchegantes.

Grande parte desses ornamentos, sejam os de portas, as casas de pássaros, as floreiras e molduras das janelas, são uma representação da autêntica pintura alemã Bauernmalerei, ou simplesmente Bauer.

Banco em madeira pintado com a técnica Bauern

Bauer (agricultor, em alemão) maler (pintor, pintura) traduz-se como uma pintura camponesa. Inventada na Alemanha pelos agricultores que pretendiam dar cor e vida aos seus móveis velhos, a técnica de pintura imitava o mobiliário dos Senhores Feudais.

Mas nem todas as flores que vemos por aí podemos dizer que é a pintura Bauernmalerei! Há certos rituais e técnicas a serem seguidos pelo pintor. No tempo em que eu era sócio da Joaninha Artes Atelier estudei e aperfeiçoei-me nessa técnica. Sempre tive interesse por se tratar de uma pintura de origem alemã e porque o nome é o mesmo que o meu, Bauer!

A pintura Bauernmalerei pode ser aplicada em placas como do antigo atelier que Ana e eu tínhamos

A pintura basicamente simples retrata flores – rosas, tulipas, miosótis, flores-do-campo, margaridas e peônias – e arabescos em sua essência. As cores são sempre as mesmas: verde, azul, ocre, bordô, marrom e preto. A mescla de tons deve ser feita no próprio pincel, que é carregado com todas as cores necessárias para a pincelada desejada. O autêntico Bauernmalerei é caracterizado por sutis pinceladas que devem ser únicas. Não há como refazer um traço.

Essas delicadas flores, pintadas de maneira harmoniosas, dão um colorido especial à casa transformando qualquer peça ou mobiliário em uma obra de arte. Pode-se aplicar a pintura em paredes, vasos e cachepôs, soleiras de portas e janelas, lambrequins e onde mais a imaginação couber! Uma maneira simples e de bom gosto de renovar o ambiente!

Infelizmente desfiz a Joaninha Artes Atelier. Outra que também domina a técnica de pintura é a minha amiga Joseane Schütz, que na mesma época era a proprietária da Mimo’s Artes. Ambos, eu e ela, resolvemos trilhar nossos caminhos pela educação! Desde então desconheço alguém que pinte o legítimo Bauernmalerei. Há muitas lojas de artesanato em Rancho Queimado, mas nenhuma que apresente as flores pintadas da maneira como devem ser: na essência de uma verdadeira pintura camponesa alemã.

Detalhe de ramo de flores pintados numa gaveta de móvel: as pinceladas são únicas e precisas!

Outra característica da pintura Bauernmalerei são os arabescos como os do detalhe desse móvel

Faço ainda algumas peças, mas somente para amigos e presente. Penso em retomar algum projeto nessa área porque essas singelas florezinhas são apenas mais um detalhe nesse emaranhado cultural pela busca de uma Identidade que eu sempre ajudo e pretendo salvaguardar. Pomerode é referência de cidade alemã e se olharmos por lá, essas florezinhas estão por todas as placas de sinalização, pelo comércio, nas casas, etc Elas já são a marca da cidade mais alemã do Brasil.

Enquanto a idéia não me vem, fica a dica de pensarem junto a mim, de uma maneira para que eu explore essa pintura aqui em Rancho Queimado. Oficinas? Ajudem a pensar… É isso!

As pinceladas são sempre feitas de uma única vez, carregando o pincel com todos os tons necessários para a nuance desejada

Variação da pintura tradicional: a utilização de tons mais escuros caracteriza o Bauernmalerei Barroco. Na foto, detalhe de uma gaveta de cômoda

Jonei Bauer
O texto acima é de inteira responsabilidade de Jonei Bauer, não expressando necessariamente a opinião do Portal do Rancho. Saiba mais sobre o autor.

Posts Relacionados

Deixe seu comentário » ()