Rancho Queimado, lugar do pretérito e sem futuro?

Rancho Queimado, lugar do pretérito e sem futuro?

Rancho Queimado é sem dúvida alguma um referencial no turismo de Santa Catarina. Começou, lá no final da década de oitenta, a despertar-se em meio às adversidades encontradas naquela época e que configuravam a cidade como uma das mais diminutas do estado. O povo se esvaía e a produção agrícola não dava as condições mínimas para que assegurasse a permanência do seu povo. Assim, Rancho Queimado minguava economicamente e em população. Era o êxodo rural, que foi caracterizado pela desenfreada migração do homem do campo para as cidades.

Naquela época a sociedade, descrente do poder público, desencadeou ações que pretendiam vivificar a cultura local, mostrando alternativas para a sobrevivência e a permanência dos seus habitantes. Isso foi a Festa do Morango: um constructo de coletivo social – uma invenção de tradição – e que mudou os rumos da História de Rancho Queimado. Há vinte anos a festa é a maior vitrina que a cidade tem. Juntos a ela vieram os valores culturais, como idioma alemão, danças, artes e artesanato, os melhores produtos coloniais e o orgulho do pertencimento.  A população precisou se profissionalizar para atender ao exigente público que vinha à festa.

Rancho Queimado se destacava no cenário estadual e com o tempo veio o reconhecimento: o turismo rural foi a locomotiva das últimas duas décadas. O sonho verde de uma casa no campo era o desejo de todos. Sua população aumentou, a economia se fortaleceu e o êxodo rural fora extinguido. A cidade ganhou títulos, por méritos! Rancho Queimado hoje é a “Terra das Verdes Colinas”, é o “Recanto de Encantos”, é o “Vale das Flores” e, os mais importantes: “Capital Catarinense do Morango” e “Destino Indutor de Turismo no Brasil”.

Somos realmente tudo isso! Mas é preciso analisar em outras perspectivas e não se iludir com o sonho encantado da ‘cidade perfeita’. De que adianta termos maravilhas naturais e “Recantos de Encantos” se nos falta a acessibilidade aos pontos turísticos? Como que turistas poderão transitar e chegar aos pontos turísticos? E mais: chegar para quê? Não temos condições mínimas de atendimento ao turista. Um dos maiores marcos, a Casa do Turista foi fechada. A administração pública deixa a desejar e não temos mais projetos engajadores. Enquanto isso, outras cidades despontam, pois investem em arte, cultura e turismo. Cousas que chamam o turismo, movimentam a sociedade e gera renda.

Nossa História se dilui no tempo e é apagada a cada dia. Não temos mais incentivos ao germanismo, aulas de alemão, canto e violão; a confluência entre tropeiros, alemães e indígenas a cada dia é mais timidamente lembrada. Falta-nos museu, arquivo público e biblioteca. Aliás, falta-nos até uma praça! O Distrito de Taquaras há mais de um ano tem a sua em obras. Não temos mais espaços para o lazer e para a cultura, infelizmente.

A Praça Teófilo Schütz, localizada no Distrito de Taquaras, encontra-se em obras abandonadas há mais de um ano.
São duas Festas do Morango!

Uma cidade que se autodenomina turística precisaria investir mais! O poder público deveria ser mais organizado. A sociedade já se desestimulou… Precisamos de novos horizonte e outras perspectivas. Hoje Rancho Queimado vive o que costumo denominar de “êxodo intelectual”, o que é lamentável! E um povo sem História é um povo sem memória. Cadê o turismo que se divulga? Falta profissionalismo e competência, só isso.  Rancho Queimado necessita disso urgente pra fazer a mudança! Deixamos há tempos de ser um exemplo aos demais.

Há motivo para se comemorar o que? A Festa do Morango mais uma vez acontece e esta também precisa se renovar. É preciso que acordemos deste sonho. O discurso do êxodo rural é coisa de vinte anos. Está ruço. Precisamos projetar e vivificar o futuro com inclusão e pertencimento. Repetindo: é preciso se profissionalizar e democratizar. E no próximo final de semana, quem vier e de onde vier, seja bem-vindo à 22ª Festa do Morango.  É isso!

A 22ª Festa do Morango acontece entre os dias 29 de novembro e 01 de dezembro.
#VemPraRanchoQueimado

 

Saiba mais: festamorango.blogspot.com.br/

 

Jonei Bauer
O texto acima é de inteira responsabilidade de Jonei Bauer, não expressando necessariamente a opinião do Portal do Rancho. Saiba mais sobre o autor.

Posts Relacionados

Deixe seu comentário » ()