Warning: getimagesize(): SSL operation failed with code 1. OpenSSL Error messages: error:14090086:SSL routines:SSL3_GET_SERVER_CERTIFICATE:certificate verify failed in /home/prancho/public_html/wp-content/themes/rancho_3.0/header.php on line 163

Warning: getimagesize(): Failed to enable crypto in /home/prancho/public_html/wp-content/themes/rancho_3.0/header.php on line 163

Warning: getimagesize(https://www.portaldorancho.com.br/wp-content/uploads/2017/07/portal-do-rancho-logo-amp.png): failed to open stream: operation failed in /home/prancho/public_html/wp-content/themes/rancho_3.0/header.php on line 163

Bauernmalerei: Uma Técnica de Pintura Afetiva

Bauernmalerei: Uma Técnica de Pintura Afetiva

Você já deve ter ouvido falar numa pintura chamada de Bauernmalerei ou, simplesmente Pintura Bauer. Trata-se de uma técnica de pintura com traços delicados de flores e pássaros e que tem no tema campestre a sua inspiração. O Bauernmalerei (bauer: agricultor, em alemão) maler (pintor, pintura) traduz-se como uma pintura camponesa. A principal característica dessa técnica são as suas pinceladas precisas, em formato de vírgulas e com as cores de tintas aplicadas todas ao mesmo tempo. Nesse sentido, o pintor precisa carregar as cerdas do pincel com as cores que precisará para o efeito. Geralmente, a paleta de cores de cada pincelada tem três cores: a principal, uma mais escura para a sombra e, claro, o branco para a luz.

Bauernmalerei Passo a Passo

O importante dessa técnica é você saber que toda a sua pintura é realizada com apenas um tipo pincel. Para o tamanho das flores que eu pretendi fazer eu utilizei o pincel redondo número 06.

O Bauernmalerei dá um colorido todo especial a qualquer móvel ou peça de decoração. Suas flores dão um colorido especial e tornam nossas casas mais acolhedoras. A seguir, você poderá acompanhar o passo-a-passo dessa técnica de pintura bauernmalerei que eu criei em uma peça em madeira que era parte de algum antigo móvel. O primeiro passo é a sensibilidade do artista, ou seja, usar a criatividade e dar um novo uso e sentido para coisas que aparentemente seriam descartadas. eu particularmente adoro dar vida nova aos utensílios que habitualmente seriam jogados fora. A ideia que eu tive para esta parte que pertenceu a algum móvel foi a de transformá-la em algo bonito para decorar a minha lareira. Assim, decidi utilizá-la como uma cornija, que é um detalhe do seu acabamento.

A segunda etapa, após decidir o que fazer e o que vai se pintar, você precisa criar o molde da peça para entender o formato que ela tem e desenvolver o risco do bauernmalerei. Existem muitos riscos de bauernmalerei prontos, para quem não tem tanta habilidade com o desenho. Contudo, eu prefiro sempre criar meus próprios desenhos. Isso garante a exclusividade na peça.

Criado o gráfico do motivo, o próximo passo é a transferência dele para a peça a ser pintada. Para isto, eu utilizo um papel carbono. Em seguida, eu começo a pintar o motivo pelas folhas, pois entendo que os motivos das folhagens sempre ficam em segundo plano, onde, as flores vêm em cima de algumas desses detalhes. Para as folhas desse projeto eu utilizei a seguinte paleta de cores: verde musgo, verde country, verde bandeira, verde maçã e, claro, o branco.

 

Peça em estágio inicial: transferência do gráfico com o auxílio de papel carbono e pintura dos primeiros detalhes, as folhas.

Concluída a pintura das folhas e de todos os detalhes da ramagem, ou seja, dos tons verdes que o motivo possui, começo a colorir as flores. Dentre as representações do Bauernmalerei, as flores que mais aparecem são as tulipas e as rosas. Estas possuem formas variadas de serem pintadas. Algumas são mais simples, enquanto outras já são mais complexas. Eu particularmente prefiro um motivo mais simples, o que deixa o conjunto mais singelo. Também, com o tempo, cada pintor vai imprimindo a sua característica na pintura, ou seja, com o passar do tempo, quem pinta o bauernmalerei reconhece a pintura de outro só de se olhar os traços. Pelo menos isso funciona comigo… Para a peça que desenvolvi escolhi tulipas na cor azul celeste com azul tuquesa e tulipas na cor amarelo ouro com laranja, todas também utilizando o branco.

Outra flor que sempre incluo nas minhas pinturas em bauernmalerei são as margaridas. As minhas prefiro fazer bem simples, lembrando uma singela margaridinha do campo. Gosto de fazer as pétalas das margaridas com um formato que dê movimento. Sempre idealizo a posição da margarida e a partir disso, vou dando movimento às pétalas. Para este projeto utilizei margaridas simples, na cor branca e margaridas na cor arandano com branco.

Detalhe das flores. As tulipas sempre estão representadas na pintura Bauernmalerei. Elas são flores típicas da Europa, de beleza singular. Detalhe também para as margaridas.

Já as rosas, eu desenhei dois tipos delas, uma vez que o meu espaço era maior e considerei interessante uma composição. Para as rosas eu optei por tons avermelhados. Para um tipo de rosas eu utilizei a cor cereja e arandano. Para o outro conjunto eu utilizei as cores arandano, rústico e preto. Os detalhes delas sempre levam branco e para os miolos, preto.

Detalhe das rosas em bauernmalerei, na cor cereja.

Detalhe das rosas bauernmalerei, nas cores arandano e rústico.

Pintadas as rosas, o Bauernmalerei começa a ser mais livre e divertido! Com o cabo do pincel eu começo a colocar detalhes em pingos por toda a peça. Vou preenchendo os espaços, despretensiosamente, trazendo leveza, sutileza a equilíbrio para o meu gráfico. Assim, os pinguinhos vão preenchendo e finalizando a pintura.

Uma das principais características do meu Bauernmalerei são as vírgulas bem acentuadas e os pinguinhos no acabamento.

Detalhe da peça finalizada.

Nesse ponto, a peça já está finalizada. Basta uma cera para a sua finalização. Dependendo de onde eu for utilizar a peça pintada em bauernmalerei, acabo envelhecendo a pintura com betume. Isso traz um aspecto mais antigo da peça, suavizando as pinceladas em branco.

O Resultado Final: Uma Lareira Afetiva!

Para a finalização da peça eu utilizei betume e cera incolor. Fixei a peça sob uma outra madeira que já havia instalado como cornija da minha lareira. No final, o conjunto ficou bonito. Quando digo lareira afetiva é porque essa peça em pintura bauernmalerei me faz suscitar as lembranças duma casa de vovó. Traz conforto, aconchego e carinho.

Eu deixei de pintar o Bauernmalerei por quase duas décadas, por motivos pessoais e profissionais.  Recomecei há pouco tempo e tem sido terapêutico e revelador para mim. E viciante, claro!

A antiga peça de móvel com a pintura bauernmalerei finalizada e já instalada como cornija da lareira.

Para mim, mais que apenas uma técnica de pintura, o Bauernmalerei sempre foi uma inspiração e me despertava a curiosidade, uma vez que o nome popular dessa pintura, denominado apenas por “bauer” é o meu nome. Assim, nada mais justo do que eu me interessar por esta pintura. Jonei Bauer, que pinta Bauer. Pintura bauer por Jonei Bauer! Ademais, essa pintura para mim representa um dos meus melhores gatilhos de memória: casa de vovó! É isso!

Jonei Bauer
O texto acima é de inteira responsabilidade de Jonei Bauer, não expressando necessariamente a opinião do Portal do Rancho. Saiba mais sobre o autor.

Deixe seu comentário » ()