Schmier de Ovo: Sabores da Colônia

Schmier de Ovo: Sabores da Colônia

As práticas alimentares sempre foram um elo de identificação entre os indivíduos de um mesmo círculo social. Nesse sentido, a culinária passa a ser entendida além de uma necessidade fisiológica, mas sobretudo, um fator de identificação cultural. Trata-se de uma das maneiras de preservação dos hábitos e costumes que herdamos dos nossos antepassados. Em outras palavras, a comida também é patrimônio.

Em algumas sociedades, o aspecto gastronômico torna-se preponderante, especialmente quando o objetivo é atrair amigos, parentes, clientes. A convivência à mesa é quase sempre um sinal de proximidade, confiança e fraternidade. Nesse sentido, a comensalidade passa a ser uma forma de sociabilidade, onde, por meio da alimentação podemos estabelecer um rede de relações sociais específicas, oriundas do momento em que a alimentação se liga ao prazer de cozinhar e de trocar ideias sobre a comida. Afinal, é normalmente em torno de pratos elaborados e mesa farta que se configura o ritual da comensalidade.

A Cozinha Alemã: Receitas e Memórias Gastronômicas

A cultura alemã, quando da instalação das suas colônias em terras brasileiras, trouxe consigo hábitos e costumes que continuam até os dias atuais. Muitas receitas sobreviveram após muitas gerações, passando-se os segredos culinários entre as gerações – sauve faire; outras, sofreram pequenas adaptações, mas continuam .

Uma das receitas nominadamente mais típicas da culinária alemã é a Kuchen, ou cuca. Trata-se de um bolo coberto por uma farofa crocante, à base de manteiga e que está naturalmente enraizada na memória de todos, atribuindo-lhe um lócus privilegiado entre as memórias gastronômicas alimentares da cultura alemã.

Kuchen está tão difundida no cotidiano da cultura alemã que nominadamente, muitas já a consideram um patrimônio alimentar. Outras receitas também são muito famosas entre os descendentes alemães, como o recheio alemão, o brezel ,bolinho de batata e a chimia de ovo.

Schmier de Ovo com pão

Uma iguaria muito comum à mesa nas colônias alemãs é um doce a base de ovo e açúcar, conhecida por chimia de ovo. Etimologicamente, a palavra chimia é um aportuguesamento de Schmier, conjugação do verbo alemão Schmieren, que significa “passar [algo] [em outra coisa]”, por exemplo, passar manteiga ou geleia em uma fatia de pão. Nesse sentido, qualquer doce caseiro que se passe no pão é denominado por Schmier, ou simplesmente chimia.

Tradicionalmente, numa mesa alemã existem muitas variedades de chimias de diversas frutas, mas uma chama sempre a atenção pela sua presença: trata-se de uma chimia de cor dourada que ao contrário das outras que são feitas de frutas, leva ovo na sua composição. A Schmier de Ovo faz parte do cotidiano de todos que têm um fator de ligação ou de identificação com a cultura alemã.

Receita de Schmier de Ovo

 Ingredientes

4 ovos

1 xícara de açúcar

5 gotas de baunilha

Fio de óleo para fritar em fogo baixo

Modo de preparo

1. Separe as claras das gemas.

2. Bata as claras até ficar em neve, depois misture o açúcar e bata por mais 5 minutos.

3. Depois misture as gemas e as gotas de baunilha, e bata por 5 minutos.

4. Coloque um fio de óleo, na frigideira depois de quente coloque a Schmier e mexa em fogo baixo por 15 minutos.

5. A Schmier quando estiver fritando deverá ficar espumosa, quando começar a espuma abaixar, está pronta este é o segredinho.

Antes que se deem por totalmente perdidas as receitas tradicionais, precisamos entender que a alimentação humana é muito mais do que um fato biológico, mas um ato social e cultural. O ato de comer implica representações simbólicas decorrentes da rede de relações sociais que identificam o alimento a uma determinada sociedade ou a algum segmento dela. O alimento se constitui em um produto cultural, pois é por meio do alimento e da alimentação que o homem se revela e revela seu grupo social.

Outros Textos Sobre Comensalidade, Culinária e Patrimônio Alimentar

A COMIDA TAMBÉM É PATRIMÔNIO

SANGUE TAMBÉM É ALIMENTO

BOLINHO DE BATATA: DELÍCIAS DA CULINÁRIA ALEMÃ

Jonei Bauer
O texto acima é de inteira responsabilidade de Jonei Bauer, não expressando necessariamente a opinião do Portal do Rancho. Saiba mais sobre o autor.

Posts Relacionados

Deixe seu comentário » ()